Exoneração e doação no legislativo

Suspeitas levam demissão a cargos de confiança

Política Em 09/02/2018 17:07:30

O vereador Paulo Berto solicitou nesta semana a avaliação do Presidente da Casa de Leis de Santa Isabel, Alencar Galbiati, sobre a conduta de uma funcionária da comunicação. “Ela participou de uma reunião importante e cinco minutos depois já havia divulgado num jornal da cidade informações distorcidas. Quando pedi esclarecimento, ela se recusou a atender e com notória arrogância e deboche disse que eu deveria tomar as providências que achasse cabíveis”, afirma Paulo.

Segundo o Berto, foi a conduta da funcionária que levou os vereadores a suspeitar que a mesma utilizava da estrutura da Câmara para produzir um jornal da cidade. “Aceitei a sugestão e resolvi avaliar seu currículo. Identifiquei que estava em desvio de função e não dispunha de dos requisitos exigidos para o cargo”, explica. 

A REUNIÃO

Paulo diz que a reunião, erroneamente divulgada pela funcionária, garantia que os vereadores foram contrários a doação dos carros da Câmara para a Saúde. “Isso é mentira. Ninguém se opõe em ajudar, pelo contrário. Nós queremos servir a comunidade da melhor maneira, por isso precisamos em futuro breve adquirir veículos que nos permita ir aonde o povo está, os carros são instrumentos de trabalho do legislativo que prestam um serviço, igualmente, importante para a sociedade”, explica Paulo.

A DOAÇÃO

A funcionária foi exonerada na quinta-feira, dia 08/02, e na manhã de ontem, dia 09/02, a assessoria de imprensa da Câmara de Santa Isabel anunciou a doação dos sete veículos da Casa de Leis para a Secretaria Municipal de Saúde. “A decisão partiu do Presidente da Casa de Leis, Alencar Galbiatti (PSD), que recebeu o apoio pelos demais vereadores na reunião que ocorreu na tarde de terça-feira, 6”, informou.

Alencar justificou a necessidade da doação pela situação precária dos carros parados e sucateando no setor de serviços municipais. “Pacientes com enfermidades graves estão perdendo o agendamento de tratamento por falta de transporte ambulatorial”, disse Alencar.

Os carros foram entregues na Secretária de Serviços Municipais.