PREFEITURA DE ARUJÁ DIFICULTA PAGAMENTO DO IPTU

por Dr. Luis Camargo

Crônicas Em 09/02/2018 17:15:35

Nesse começo de ano, assim que os proprietários de imóveis de Arujá receberam os carnês de IPTU, já se iniciaram centenas de reclamações sobre a dificuldade de efetuar o pagamento. É incrível que, a Prefeitura ao invés de facilitar a vida munícipes, pois afinal, o IPTU é muito importante para os cofres públicos, tenha agido de forma completamente oposta, ou seja, criando toda sorte de dificuldades para o pagamento.

Surgiram reclamações por todos os cantos da cidade, nas ruas, nas redes sociais, das filas do banco, e não era para menos, afinal, exigir que o pagamento do imposto fosse exclusivamente no Banco Bradesco, que não é um exemplo de rapidez no atendimento, parece algo feito de propósito para irritar o contribuinte.

Surgiram relatos de pessoas que, mesmo no Bradesco, afirmam que não puderam fazer o pagamento por não terem conta bancária naquela instituição! Se procede ou não a informação, é algo que deve ser apurado, mas uma coisa é certa, o município no quesito de facilitar arrecadação do IPTU está na idade da pedra.

Para remendar a lamentável situação, noticiou a Prefeitura na internet, com um banner em seu site, que agora os contribuintes têm outras formas de pagamento, informando que o imposto poderia ser quitado também no Santander e na Caixa Econômica Federal. Esse último banco também, convenhamos, merece o título de pior banco do mundo no atendimento ao público, desrespeitando os que buscam seus serviços, com filas imensas para o lado de fora da agência, deixando as pessoas diariamente expostas ao sol e chuva.

Foi ainda criada uma forma incomum para realização do pagamento do IPTU, permitindo-se a quitação por depósito diretamente na conta-corrente da Prefeitura! É inacreditável não se prever os riscos desse procedimento, pois os contribuintes não terão um recibo de quitação seguro, e, o setor de arrecadação terá sérias dificuldades em conciliar os recebimentos com os devedores, especialmente nos depósitos com atraso, sem multa, etc. 

Esperamos que o triste episódio sirva de lição para o município buscar mais agilidade em firmar Convênios com toda rede bancária, permitindo que os contribuintes, futuramente, possam pagar o IPTU no banco de sua preferência, tal como ocorre com outras contas.

 

Precisamos desburocratizar os serviços públicos.