Prefeitura privatiza atenção básica

Com um contrato de cerca de nove milhões de reais por ano, a prefeitura de Santa Isabel passou a administração dos Postos de Saúde da cidade para a empresa Caminho de Damasco

Saúde Em 12/01/2018 20:22:14

A Sociedade Beneficente Caminho de Damasco (SBCD) venceu a licitação e já está no comando dos postos de saúde de Santa Isabel. A empresa deverá receber da Secretaria Municipal de Saúde R$771.962,47 mês, 72% a mais do que era pago anteriormente, porém além das unidades de Estratégia e Saúde da Família (ESF) a contratada deve gerir também as três Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) do município. 

O contrato de um ano terá um custo total de R$9.263.549,69, a definição sobre a nova gestão foi feita na sexta-feira, 06/01, embora houvesse quatro concorrentes, a Prefeitura informa que apenas a Caminho de Damasco compareceu a licitação no dia de abertura dos envelopes. 

A vencedora já administrava os ESFs em caráter emergencial, há cerca de três meses, e desde segunda-feira, 08/01, passou a gerir a saúde através do novo contrato. No documento assinado pela prefeita Fábia Porto e pelo presidente da SBCD, Luis Antônio Picerni Herce a contratada deve responsabilizar-se pelo gerenciamento das seis ESF’s, dos dois PACS (Programa de Agente Comunitário de Saúde), Jaguari e Pouso Alegre, além das UBS’s I – Prefeito Ilário Dassiê, Bairro Brotas; II – Dr. Francisco Pedreira Ribeiro, Av. Brasil e III – Prefeito José Raimundo Lobo, Bairro Monte Negro.  O contrato prevê ainda que a Caminho de Damasco poderá assumir também a responsabilidade sobre a ESF do Bairro Jd. Das Acácias que está em fase de construção. Com a possível incorporação de novas unidades e aumento das ações da Caminho de Damasco, a Prefeitura prevê a necessidade de reequilíbrio econômico e financeiro do contrato de gestão. 

“Contaremos com médico generalista nas UBS’s de segunda à sexta-feira, das 7h às 16h, que além do atendimento clínico em diversas áreas (clínica geral, pediatria e ginecologia) também será responsável por grupos educativos em saúde e visita domiciliar”, informa a Prefeitura. 

Além disso, a Secretaria de Saúde garante que haverá mais médicos pediatras e ginecologistas nas UBS, além da ampliação da oferta de serviços odontológicos na UBS I (Brotas) e na UBS II (Av. Brasil). “Tecnicamente consideramos que haverá um salto da cobertura de atenção básica do município de aproximadamente 30%. Mais do que questões assistenciais, o contrato prevê a qualificação do atendimento em todos os níveis, desde a limpeza, recepção até o atendimento de enfermagem e médico. Sendo assim, o objetivo é ofertar mais serviços com mais qualidade”, destaca.

Na próxima segunda-feira, os representantes da SBCD e o secretário de Saúde de Santa Isabel, Cleber Vinicius Kerchnner estarão na redação do Jornal Ouvidor em entrevista ao vivo esclarecendo sobre como funcionará a gestão do novo contrato.